A Copa, a Sala, a Cozinha, o Quarto e a Rua


Nos Dias da Copa...

Estamos diante de Jogos Internacionais a serem realizados em nossa casa - "A COPA" - que serão vistos pelo mundo inteiro, onde se mostrará não só os jogos, mas também o nosso País, a nossa Cultura, os nossos valores e princípios.

Isto corresponde a mostrarmos a nossa "Cozinha" para o Mundo, e não só a nossa "Sala". A Mesma “Sala” ou "Quarto" onde iremos torcer ou ver os jogos.
Estaremos mostrando ao Mundo “o que somos” o que pensamos e como agimos.
E isto interferirá no que pensam de nós e nas oportunidades que darão ao nosso comércio, à nossa indústria, aos nossos jovens empreendedores e às nossas empresas.
Mais ainda, o que esperarão da nossa Educação, capacidade de controle e decisão do nosso Povo, de honrar com a Festa e a segurança da mesma.

O que se fala no "Quarto", é que estamos com problemas de "Tumultos".
Que temos sim, "Acordado", mas que este acordar despertou outros interesses, não claros e escusos à ideia original.

Na "Cozinha", as pessoas que trabalham sofrem as consequências das paralisações, interrupções de vias, quebradeiras, fechamento do comércio, impedindo o "ir e vir" garantidos na constituição.
Ela também garante o "Gritar" que é importante de ser visto, analisado e cuidado, quando se refere a reivindicações.

Mas espertalhões misturaram questões claras e específicas, no caldeirão, com um "Não quero você, Não quero a Copa...".
"Quem" não quer "Você"? "Quem" não quer a "Copa"?
Quem não quer, inclusive, a vitória do Brasil, por seus motivos escusos.

Isto precisa ficar muito claro e a opinião pública tem que ver debaixo do tapete, quem move a massa e por que move.

Pois quem move não está pensando em "Direitos", está pensando em "Poder" para si próprio e/ou seu grupo.
Nas eleições anteriores, tivemos tanta fabricação de calúnia, que a máquina por trás disso devia envolver mais de 100 pessoas dedicadas - contratadas.

Existe, é claro, uma mão de obra "Auxiliar" de parte da população esclarecida e pensante, porém, feita a reboque por uma maciça descarga de informações, montagens de ideias e desvio de dedução para causas próprias.
Fogem de toda dedução lógica, apenas com a explicação direcionada de redução dos fatos a pessoas que se quer atingir.

O que precisamos fazer é separar "O Trigo do Joio".
Cobrar as demandas constitucionais corretas - Educação, Saúde, Justiça, Moradia e Infraestrutura - sem, contudo, parar o País, penalizar quem não tem nada a ver com isso.
Estamos a fornecer espaço e condições de ação para Vândalos, Manipuladores Políticos e Criminosos com pura intenção de desestabilizar o Estado, a Constituição, o Poder Eleito e o Patrimônio Público e Privado.
Enquanto você achar que estão quebrando o que é do Governo ao invés de ver que estão quebrando o que é o do Povo, estes ganharão mão de obra grátis para suas ações ilícitas, espertas e criminosas.

Por isto, vamos usar a própria Democracia - que hoje Temos, inclusive, por termos acesso à Informação e a Justiça - para querer as coisas certas, na hora certa e da forma certa.

Conto com vocês que me leem.

E aos esportistas, jornalistas, público turista, e demais que vão participar deste evento grandioso do Brasil, que é a nossa Casa, vamos deixar para eles verem apenas as nossas qualidades.
Para as nossas mazelas, vamos cuidar delas onde precisa, na opinião pública, no debate aberto e nas eleições.
Para isto, tem tempo.

Não deixais de ver o suor de teu irmão, na Labuta, no Empenho, pela dor que te acomete.
Pois ele também sofreu e te mostra "Esperança" ao continuar...
Cuide de onde vivemos!

Antes deste havia...