Inteligencia Artificial X Inteligência Natural

"É fácil descrever as borboletas,
mas não é possível voar como elas..."

Muito se teme, que as máquinas conquistem este último degrau da natureza humana, que é o pensar por si só.

Porém, poucos compreendem realmente, a natureza da inteligência humana. Vamos aqui descreve-la, por partes:
1º- A condição de observar os fenômenos externos atravês dos vários sentidos.
2º - A condição de agrupar a percepção dos fenômenos, gerando uma idéia de correspondência entre eles.
3º - A classificação dos fenômenos e a hierarquização deles, definindo oposições e escalas internas, subconjuntos, ordem e graus de intensidade.
4º - A condição de reagir perante estes fenômenos a ponto de impedi-los ou força-los.
Os animais, têm todas essas condições em menor grau, porém, com diminuta capacidade de executá-la na quarta condição, devido aos seus meios, capacidades e ao ambiente ao seu redor.

Com as máquinas, o homem desenvolveu as suas capacidades para além da sua condição primária. Por isso, elas são meios...
O homem absorve e copia da natureza e dos fenômenos, toda a gama de condições que não lhe vieram.

Assim é que o homem ultrapassa seus limites...
Mas o que lhe move a faze-lo???
É o seu espírito, no sentido da idéia em sua mente que lhe faz almejar mais do que tem, mais do que nasceu com ele e ser mais do que hoje ele é!!

Se algum dia, este espírito nascer em uma máquina,
ela não será mais uma máquina e sim um ser...