Economia - No fim do Túnel

"A Economia vive da não Economia
e a falta de muitos
é a riqueza de poucos."

Em toda a Terra e em toda a natureza, os recursos são escassos, mas naturalmente suficientes p/ o ecossistema, enquanto intocado.

Porém, se o homem hoje ocupa mais de 50% do ambiente, não há probidade que perdure.

Um dia, há de faltar recursos naturais, ainda mais que existem os que consomem acima do limite e das condições do lugar.

Baseado nesta condição "sinequanon" da humanidade, a cultura tratou de formar pessoas instruídas na matéria de economizar e administrar recursos.

Essa é a real origem da profissão dos economistas. Mas hoje, sabemos apenas do que dela foi feito. Agora, os economistas dominam o cenário político, como se fossem técnicos embasados apenas na realidade.

Acontece que o Poder e o Dinheiro têm comprado a narrativa da profissão, que hoje, é apenas um bastão de poder na mão daqueles que querem fechar as contas com um balanço inventado e prover recursos para lugares onde eles não chegarão...

Porém, não culpem a atividade, mas sim, como em toda profissão, aqueles que se comprometem e fazem mal uso dela...